CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

domingo, 8 de março de 2009

Aceita o que seja seu, então deita e aceita eu!

E hoje em dia, o que significa assumir um relacionamento? Será que em meio a milhares de "namorando" no orkut, fotos mostrando momentos supérfluos e nick's com milhares de músicas clichês, assumir algo banalizou, assim como a piadinha do "é pavê ou pacumê?"? Assumir um relacionamento é assumir também parte da vida de outra pessoa, e como o pessoal da medicina diz por aí: "Errar é humano, mas errar com a vida humana é desumano!". A partir do momento que criamos coragem para falar: "estou com você", devemos criar coragem para também assumir o pacote inteiro. Mais do que beijos, abraços, presentes, sexo e momentos bons, estar inteiramente com alguém significa aturar os dias de mau humor, as crises, o ciúme bobo, os cansaço que toda ação contínua traz. Abrir mão do que se quer por algo maior, se colocar no lugar do outro e principalmente aprender que não existem pessoas inteiramente iguais, e que mesmo se existissem, não haveria espaço para se completarem. Tudo que fazemos com nós mesmos, reflete no outro, pois a partir do momento que dividimos nossas escovas de dentes e travesseiros, dividimos também o nosso corpo. Deixamos de ser um só, e viramos dois em um, contrariando toda a lei impenetrabilidade. Acaba aqui a parte antiga do meu texto. Ã? Parte antiga? Assim como o problema de assumir ou não uma relação, eu não consigo assumir sozinha a responsabilidade do que eu publico. Preciso sempre de uma opinião de fora e o que eu ouvi dessa vez foi um: "Texto bom, mas não te vi nele.". Olho para o relógio. Uma da manhã. Tenho tempo, mais uma meia hora deve resolver. Quanto tempo mais será que eu ainda preciso para assumir que eu não quero me assumir? Em meio a tantos textos decididos e independentes, se esconde alguém frágil. Alguém que aprendeu a escrever para esconder justamente isso que agora vocês querem ver. Sim, eu já joguei no time das não assumidas, e ainda pertenci ao banco de reserva. Quando não assumem a gente, a gente passa a não se assumir também. Lembro do quanto meu corpo parecia pesar. Tudo que eu queria era uma fralda geriátrica, só para poder fazer xixi deitada e não ter que levantar e encarar aquele grande espelho, que se tornou gigante, na entrada do banheiro. Cabelo, pele, unha, roupa? Que diferença faria? Arrumada ou não, estaria escrito um REJEITADA enorme na minha testa que corretivo nenhum iria resolver. Nunca consegui disfarçar nada. Até minha felicidade forçada me entregava. Parecia mais forçada do que realmente era, só para deixar transparecer a força que eu fazia para me manter forte. Não adiantava, eu havia sido desprezada e o mais triste era que eu me permiti a não ser assumida. Assumo. Sabia aonde estava me metendo e mergulhei de cabeça, corpo e alma nessa merda toda. Até o dia que resolveram dar a descarga mas esqueceram que o nó na minha garganta não passaria pelo único e estreito cano de verdades. Não teve jeito, eu tive que aprender a conviver com aquele REJEITADA piscando dia e noite na minha testa, como se fosse um outdoor de motel, até o dia que cada uma daquelas ofuscantes e vergonhosas luzes foram queimando, uma a uma. Não só as luzes da entrada do motel foram apagadas. Apagou-se também aquilo que mantinha o passado tão presente, e assim, o cheirinho de queimado se misturou com o cheirinho de vida nova. O cheirinho do vestido novo, do perfume novo, do scarpin novo, das possibilidades novas. Dói, mas usando aquela frase clássica: passa. Não tem jeito. Acho que depois da morte, é a maior certeza do mundo. Ah, é a terceira! Esqueci que eu nunca aprender é a segunda. Eu apanho, eu caio, eu rastejo, mas eu não aprendo. E nem quero aprender. Tudo que eu quero é ver a última luz se apagar, todas as vezes que eu precisar de um motivo para continuar correr, correr e correr atrás desse futuro que nunca vira presente.
(Texto concorrendo no Tudo de Blog - "Você já passou por uma relação não assumida?")


Beijocas :*

7 comentários:

lokuras da geh disse...

KKKKK!! AXU Q TODOD MUNDOH TEM MEDUH E DISSO TUDO NEH ??
POR ISSUH NAUM ASSUMIMUS E QUANDUH ASSUMIMUS ASSIM TAO RAPIDUH E POR QUE NAUM PENSAMOS DIREITUh!!
falO a rEvoLtaDa CoM amor* SHSUAHSAUHSUAHSUAHS ADOREI!!!

gabi connective disse...

já aconteceu. e passa. (:

Fefe disse...

tudo passa!o segredo é aproveita oq foi bom.e oq foi ruim..apenas deletar.o amor é lindo qualquer forma.e devemos vive-lo e aceita-lo se realmente e verdadeiramente nos os ama-los.=]

Ferd. disse...

pode apostar q passa ;*

Gabriela disse...

passa ;) ficaram ótimos os textos, o primeiro e o segundo. parabéns pelo blog, bjs :*

Ferd. disse...

Tem um selo pra voc' no meu blog ;*

NihH Holtz disse...

ooi flor
em relação ao post td passa msm!! nem se preocupe :)
qto ao blog ele eh mtuu linduu e senti q vc eh mtu verdadeira em suas palavras!!
se quiser dah uma paassadinha no meu blog e deixa um comentzinhuu..

bjaumm :*