CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Amor. Universo. Amor.

Dizem que amor de verdade nunca acaba, que o amor de verdade só acontece uma vez. Quem muito tenta explicar sobre o amor, não ama. Amar é amar. Verbo intransitivo, pelo menos no meu texto. O amor simplesmente vem, mesmo sem a gente assim desejar, mesmo tendo medo. Eu amo o amor e todas as suas variações: o gostar, a paixão, o tesão. Desejei durante toda a minha vida alguém que me pegasse nos braços e falasse: "Tudo bem, Carol, pode parar de fingir, pode parar de falar alto. Pode tirar essa roupa exagerada, essa maquiagem carregada. Eu já notei que você existe e eu tô aqui, bem aqui!". Ah, como eu desejei! Mas pensando bem, como eu adoraria que todas as minhas brigas amorosas acabassem com um empurrão e um beijo imoral. Um puxão de cabelo, uma pressão sobre os quadris .. Ah, eu amo poder sentir tudo isso uma, duas, três, milhões de vezes! Quantas vezes o meu coração ainda bater, quantas vezes a pele ainda sentir, quantas vezes eu ainda me arrepiar, quantas vezes eu ainda respirar! Amor de verdade não morre, amor de verdade se transforma. O amor de verdade ama o amor, o sentimento bom, por isso não é enterrado junto com aquilo que realmente merece ser. Eu, mesmo pequenininha assim, quero continuar capaz de portar esse imenso sentimento. Mesmo que ele arrebente meu coração, estoure minhas veias, eu anseio por amor, eu anseio por tesão, assim como o perdido no deserto anseia por água. E é ai, depois de tanta abstinência, que ele vem. Vem grande, imenso. Furacão. Ditador. Exterminador. E passa .. passa .. passa .. passarinho. Muda, transforma-se, camufla-se. O milagre da renovação. A renovação não só do amor. A renovação da vida, a renovação das energias, a renovação de caminhos, a renovação de nós mesmos. O amor não cansa, o amor só ama, ama e ama, pra quem sabe, um dia, descansar. O amor não descansa por cansaço, descansa por ter encontrado o amor, por ter encontrado a si mesmo. Assim como nós descansamos por termos encontrado a nós mesmos em outra pessoa, assim como nossa alma repousa por ter encontrado a si mesma em outra alma. Não escrevo para ser admirada ou entendida perfeitamente, escrevo para divulgar o amor, a maravilha de amar, a maravilha de sonhar. E por muito amar, chega ao fim, aqui, o meu texto. Amor. Universo. Amor.

Beijocas :*

7 comentários:

Arih disse...

que perfeito aqui!

Luiisa disse...

que texto mais lindo ! parabéns !
e vi que vai participar do TDB 2009 (foi lá que te achei!) ! parabéns por isso também ! só tem blogs ótimos ! to sempre lendo !
beeijos

Carolzinha disse...

Nossa, lindo seu texto, parabéns.

Ferd. disse...

Nossa o amor é lindo neh..de todas as maneiras e modos...Ameei o texto..perfeito para pessoas apaixonadas pela vida..pelo proprio amor!!!
bjoos pra vc viio!!Ameei teu blog!E se der passa lá no meeu!!

Má. disse...

O texto mais relaista e mais sincero sobre o amor!
Amei as palavras e concordo com cada uma delas. Tá salvo aqui no meu pc.. com seus créditos é claro!

Que bom que vc tbm foi selecionada pro TDB!! Esse ano é nosso!!

;@@

Mah (Mayra Lobão) disse...

Oi! Pra mim o amor não acaba: evolui ou involui. Pode involuir para algo ruim (ódio, talvez) ou pode evoluir para amizade, carinho... Se virar indiferença, é porque não era amor =)
Então, eu também sou do Tudo de Blog e precisava falar com você... Tem como você me mandar seu e-mail? Tenho uma novidade pra você :) Meu e-mail é mayra@boo-box.com.br

Bjinhos

Luis Henrique disse...

"Um puxão de cabelo, uma pressão sobre os quadris .."......danaaaaaaaaada! xD